a
a
HomeSublimaçãoTermômetro Digital – Como Usar na Sublimação!
Dom Equipamentos e Suprimentos

Termômetro Digital – Como Usar na Sublimação!

Termometro Digital na Sublimação
Curta e Compartilhe:

Termometro Digital na Sublimação

Conheça uma Ferramenta que vai te Auxiliar na Solução de Muitos Problemas. Te apresento o Termômetro Digital!

Você conhece o Termômetro Digital? Não? Bem, vamos então por partes.

Muitas vezes você encontra alguns problemas como tecidos amarelados após a prensagem, papel queimado ou problemas totalmente opostos.

Falhas na transferência da tinta para os produtos e quando você observa o Papel Sublimático você percebe uma grande quantidade de tinta que não transferiu para o Produto.

Por onde começo a Procurar a Solução?

O primeiro passo é o Termômetro Digital!

O termômetro digital é a ferramenta que vai te auxiliar mostrando se a temperatura que está marcando no painel da sua Prensa Térmica está correta.

Muitas vezes a temperatura que mostra no painel possui uma diferença que pode chegar a mais de 30 Graus.

A única maneira que você possui para verificar esse tipo de desvio é o termômetro digital.

Se sua prensa está amarelando o tecido, deixando ele com o aspecto de queimado, utilizando o termômetro você pode avaliar o tamanho deste desvio e reconfigurar sua prensa corrigindo a temperatura.

Esse é o Primeiro Passo para a Solução de diversos problemas pois é uma verificação rápida que você pode fazer em segundos.

Você pode se deparar com esse problema e pensar que é o Papel Sublimático, que são os Tipos de Tecidos e até mesmo a Tinta Sublimática quando o problema é outro… algo que você talvez nem imaginasse.

Utilizando o Termômetro Digital você elimina em segundos o Suspeito Oculto…rsrs…

Termometro Digital na Sublimação

termometro-digital-02

Identificando o tamanho da diferença entre o que mostra o painel e a temperatura real você estabiliza o seu processo.

Este é mais um Artigo desta Série de Ferramentas que são indispensáveis para um Processo Profissional.

Aqui você pode conferir outros Artigos.:

Fita Térmica ou Fita Mágica? – Como Fixar a Arte no Produto

Estufa para Papel Sublimático – Elimine as Marcas nas Impressões

Manta de Silicone – Estampando Produtos Rígidos

Cola Spray Temporária – Elimine os Fantasmas da Sublimação!

Equipamentos de Segurança na Sublimação e Mais Ferramentas!

Como fazer Embalagens Personalizadas

Vamos conversar mais nos Comentários?

Sucesso e Até Mais!

Curta e Compartilhe:
Último comentário
  • Olá, tudo bem?
    As dicas são sempre muito valiosas. Tudo que eu sei sobre sublimação devo ao Portal Sublimático, eu não fiz o curso AINDA mas já está nos meus planos. Parabéns a toda equipe pelo projeto. Sucesso!

  • Bom dia.
    Este termômetro tem precisão real nas medidas de temperatura?
    Como comprar um termômetro deste? Moro no sertão nordestino e não temos lojas especializadas neste setor.
    Qual a prensa elétrica que oferece a menor variação de temperatura possível? Tenho uma da compactaprint que não tem painel eletrônico.
    Att:
    Carlos Aldi Silva

  • Boa tarde Nilon,
    Trabalhei por 6 anos como instrumentista industrial, uma das minhas especialidades é controle de temperatura, agora fazem 3 anos que trabalho como especialista de produto para área industrial, onde um dos equipamentos que sou especialista são termômetros infravermelhos, que é esse termômetro que mostra no vídeo.
    Comecei a pouco trabalhar com sublimação e vejo seus vídeos direto, pois sabe muito mais que eu desse assunto, mas vou ter que lhe fazer umas correções a respeito desse vídeo na parte de controle de temperatura.
    1º- O nome correto desse termômetro é termômetro de IR, ou seja, infra red em português infra vermelho. Termômetro digital é bem diferente, ele tem um termômetro mecânico tipo PT-100 ou termopar com um display digital.
    2º- Termografia tem muitas “coisa” que precisam ser considerada para medir, não é apenas apontar e apertar o botão, saber a emissividade do material a ser medido, ângulo, distância e precisão do equipamento são as principais. Mas poderia passar o dia falando sobre como medir com esses termômetros corretamente.
    3º- Essa diferença de até 30º que acredito que realmente aconteça do display pra chapa da prensa, provavelmente não é culpa do display e sim da posição e/ou da qualidade do termômetro que mede a chapa, e essa temperatura nunca, mas nunca pode ser medida antes de pelo menos 7 min após estabilizar, temperatura é a variável física mais difícil de se controlar e enquanto ela está subindo a temperatura a chapa nunca estará com a temperatura de display, existe algo chamado PID, que falando a grosso modo, é uma configuração feita no controlador, isso é a coisa mais importante para controlar a temperatura corretamente. Por causa da estabilização, que pode acontecer das primeiras peças a serem produzidas dar diferença de cor das demais, e pode ser a melhor e mais cara prensa do mundo, isso é física, apenas fornos precisos de calibração fazem essa estabilização rápida e estamos falando de equipamentos de R$30.000,00, ou seja prensas de sublimação não estabilizam a temperatura rapidamente.

  • Olá Mauricio, concordo com tudo que você descreve, é exatamente isto, inclusive vou deixar aqui uma observação muito importante, caso alguem tente medir uma superficie refletiva de metal como o aluminio, o termometro digital IR, indicará uma temperatura bem inferior a temperatura real ou bem inferior a mostrada no display da máquina, caso tenha necessidade de se medir uma superficie de aluminio com estes tipos de termometro, para se ter uma leitura bem proxima ao real o ideal é que se cole na bandeja um pequeno pedaço de teflon adesivo, aí aponta se o laser do termometro digital para o teflon e se obterá um bom resultado, mas jamais se deve medir uma bandeja de aluminio como é o caso das prensas termicas com estes termometros sem ter sobre essas bandejas colado um teflon adesivo.Sem isto o termometro digital dará uma leitura falsa.

    Já nas maquinas de estampar canecas, a superficie de contato com a estampa é justamente em teflon, neste caso basta apontar o termometro digital que se obterá uma leitura proxima a real.

    o melhor meio para saber se está tudo certo com uma prensa termica de camisas, chinelos etc… é esperar que a maquina aqueça e se estabilize proximo a temperatura desejada (programada) e então efetuar um trabalho de estampar, aí sim . Agora quanto ao termometro digital é um equipamento que se deve pensar antes de comprar pois ele raramente mas muito raramente terá utilidade para quem trabalha com estampas, este tipo de equipamento é útil e se justifica, para técnicos … para pessoas comuns é dinheiro desperdiçado.

    Att .Fabiano Costa.